sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Renovada, Câmara Legislativa reinicia trabalhos na terça-feira


Os 24 deputados distritais retornam ao plenário da Câmara Legislativa, na próxima terça-feira (2), às 15h, em sessão ordinária com caráter solene e que deverá contar com a presença do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg. Os parlamentares que tomaram posse em 1º de janeiro deste ano iniciam assim os trabalhos da sétima legislatura, que se encerra em dezembro de 2018.

Durante a sessão de terça-feira, não haverá votação de projetos, como prevê o Regimento Interno da Casa. Os deputados vão se manifestar em plenário sobre temas livres. Na quarta-feira (4), está marcada uma sessão ordinária externa, na Rodoviária do Plano Piloto. Na ocasião, os distritais vão deliberar sobre proposições de interesse público que serão incluídas na Ordem do Dia. O início da sessão também será a partir das 15h.

Otimista com o reinício dos trabalhos oficiais da Câmara Legislativa, a presidente da Casa, deputada Celina Leão (PDT), ressalta a relevância do papel do legislativo, sobretudo em razão do contexto de dificuldades econômicas enfrentadas pelo DF. "Vamos iniciar uma legislatura inédita: são duas mulheres à frente da Casa. Com nossa sensibilidade, faremos uma gestão mais próxima do cidadão e aberta aos anseios da comunidade. Não vou me furtar das minhas obrigações, sempre com muito trabalho, coragem e transparência", afirma.

Zildenor Ferreira Dourado - Coordenadoria de Comunicação Social

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Justiça recusa queixa-crime movida por ex-governador contra Celina

O Conselho Especial do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDF) rejeitou, ontem, por unanimidade, o pedido de instauração de queixa-crime formulada pelo ex-governador Agnelo Queiroz contra a deputada Celina Leão (PDT), que em outubro de 2013 declarou a um programa humorístico que o então líder do Executivo local seria “chefe de uma quadrilha de fakes”.
Fonte: Jornal de Brasília. 

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Utilidade Pública - Curso gratuito para superar o medo de dirigir

Foto: Andre Borges/Agência Brasília
Inscrições devem ser feitas nesta sexta-feira (30); aulas serão em fevereiro

BRASÍLIA (27/1/2015) —
 Com 35 vagas, uma nova turma do curso gratuito Iniciação à Superação do Medo de Dirigir será oferecida pelo Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF).
 
Os interessados devem se inscrever nesta sexta-feira (30), presencialmente, das 7h30 às 18h30, na Escola Pública de Trânsito — 706/906 Sul.
 
As aulas são teóricas e serão ministradas no período noturno, das 18h30 às 22 horas, em oito dias de fevereiro: 2 a 6, 9, 11 e 25.
 
Informações:
Escola Pública de Trânsito
(61) 3901-6980

Fonte: GDF / Agência Brasília

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Entrevista Bom Dia DF Dep. Celina Leão





Durante participação no Bom dia DF, reafirmo o compromisso da Câmara Legislativa em votar a Antecipação de Receita Orçamentária para garantir o pagamento dos servidores da Saúde e Educação.

Nota de Pesar

Idealizador do Projeto da Rede SARAH provou ser possível a assistência
médica pública de qualidade no país 

† 1934 - 2015
O Brasil perdeu um de seus maiores nomes da medicina. O médico Aloysio Campos da Paz Júnior, fundador da Rede Sarah de Hospitais, faleceu e vai deixar um vazio na vida e no coração daqueles que tiveram a oportunidade de conhecê-lo. Manifesto meu pesar à família, amigos e pacientes pela perda irreparável. Dr. Campos da Paz - como era carinhosamente conhecido -  acreditava no ser humano e, sobretudo, na capacidade de  superação e reabilitação de seus pacientes.  Nossa saudade durará para sempre.

Moção manifesta pesar pela morte do Dr. Campos da Paz



Perfil

Aloysio Campos da Paz Júnior nasceu no Rio de Janeiro em 1934. Graduou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1960. Recém formado, ele integrou a primeira equipe médica do Hospital Distrital de Brasília em 1960, implantando a Unidade de Traumato-Ortopedia.

Em 1961, assumiu a Direção do então Centro de Reabilitação Sarah Kubitschek. Realizou Pós-Graduação em Ortopedia e Reabilitação na Oxford University - Inglaterra em 1963/1964 e Doutorado em Ortopedia e Traumatologia na Universidade Federal de Minas Gerais em 1966.

Em 1975, criou o “Plano para desenvolvimento de um programa regional de ortopedia e reabilitação” que originou o Instituto Nacional de Medicina do Aparelho Locomotor - SARAH. Coordenou também o Comitê de Saúde da Assembléia pré-Contituinte Comissão Affonso Arinos.

Em 1982, iniciou a expansão do Centro de Reabilitação Sarah Kubitschek com a fundação de uma nova unidade hospitalar em Brasília. Participou também dos projetos de implantação das unidades SARAH em São Luís/MA, Salvador, Belo Horizonte, Fortaleza, Macapá, Belém e Rio de Janeiro.

Câmara Legislativa recebe SindSaúde e a Nova Central

A presidente da Câmara Legislativa, deputada Celina Leão (PDT), recebeu na manhã desta segunda-feira (26) representantes do SindSaúde e representantes da Nova Central Sindical de trabalhadores (NCST), que buscam apoio para aprovação da Antecipação de Receitas Orçamentárias – ARO, projeto que deve ser encaminhado pelo governo para apreciação da Casa.

“Nosso lado é o lado do servidor público, esta Casa não será impedimento para que os servidores recebam seus salários atrasados, tão logo o Executivo mande o projeto, faremos a autoconvocação”, garantiu a deputada.

A situação precária na Saúde com a falta de medicamentos, insumos e condições de trabalho também foram  tratados na reunião. "Sempre trabalhamos com improviso que nos é imposto, mas agora estamos tendo que trabalhar à base de milagres, a situação é de guerra", afirmou a presidente do SindSaúde, Marli Rodrigues.



Outra reclamação exposta à deputada são os desvios de função. “Cerca de 500 médicos estão com desvio de função na Secretaria. Eles estão deixando de atender pacientes para exercer funções que não são deles. Isso está acarretando o acúmulo de horas extras de outros colegas de trabalho para cobrir esse buraco”, disse Rodrigo Conde, diretor do SindSaúde.

Os sindicatos estão organizando o lançamento da campanha: “Quem tem dor não espera”. De acordo com  Marli Rodrigues, o objetivo é sensibilizar o Governo Federal para a “liberação imediata de recursos e não apenas um pacto de cooperação”.

 Veja mais SindSaúde

Câmara Legislativa recebe Sinpro, SAE e CUT Brasília

A presidente da Câmara Legislativa, deputada Celina Leão (PDT), recebeu na manhã desta segunda-feira (26) representantes do Sindicato dos Professores – Sinpro/DF e do Sindicato dos Trabalhadores em Escolas Públicas – SAE/DF, acompanhadas pela Central Única dos Trabalhadores – CUT/Brasília.

Os sindicalistas buscam apoio dos parlamentares para aprovação do Projeto de Lei que dispõe sobre a Antecipação de Receita Orçamentária (ARO), além de pressionar o governo para que o projeto seja enviado ao Legislativo ainda esta semana, para que o ano letivo não seja inviabilizado.

 “Não temos dificuldade em votar a ARO, esta Casa está de portas abertas para atender o servidor público, que é o maior prejudicado com o descontrole do último governo”, declarou a deputada.

“Me sinto responsável e solidária, por isso vamos buscar uma audiência com o governador Rodrigo Rollemberg e o Movimento Unificado, para saber a real situação do PL. No que depender desta Casa estamos juntos para garantir o pagamento dos salários dos servidores”, completou Celina.

De acordo com os sindicalistas, a  ARO é uma alternativa que pode por fim à proposta de parcelamento, que foi rechaçada pela categoria, que quer receber os salários atrasados e demais direitos trabalhistas de forma integral.

Para o sindicalista Washington Dourado “antecipar a votação é antecipar a solução, além de ser uma oportunidade da Câmara Legislativa se comprometer e mostrar que Educação e Saúde são prioridades”, argumentou.

sábado, 24 de janeiro de 2015

Utilidade Pública - Vagas de Emprego segunda-feira (26)

Mais de 200 postos ofertados nesta segunda


Os salários variam de R$ 788 a R$ 2200



BRASÍLIA (23/1/2015) — Nesta segunda-feira (26), 259 vagas de emprego estarão abertas na Secretaria do Trabalho e do Empreendedorismo. Entre as vagas, 20 para auxiliar de limpeza em Brasília, 15 para açougueiro em Taguatinga e 10 de carpinteiro em Samambaia. 


Veja as oportunidades e a lista completa das agências abaixo:

Agência Plano Piloto
SCN Qd 1, Bloco D, Galeria Oeste
3255-3812/3255-3813/3255-3814

Agência Taguatinga
C4, Lote 3, Avenida das Palmeiras, Taguatinga Centro
3255-3848/3255-3849

Agência Guará
QE 2, lote N, Área Especial Guará I
3255-3872/3255-3873

Agência Ceilândia
EQNM 18/20, Bloco B
3255-3804/3255-3805

Agência Ceilândia (P Sul)
QNP 26/30, Bloco L,G Loja 5 — Avenida P
33255-3824/3255-3825

Agência Brazlândia
SCDN Bl. K, Lojas 1/5
3255-3868/3255-3869

Agência Estrutural
Área Especial Nº 8
3255-3808/3255-3809

Agência Samambaia
QN 303, Conjunto 1, Lote 3
3255-3832/3255-3833

Agência Recanto das Emas
Qd. 205, Lotes 101/102
3255-3864/3255-3865

Agência Candangolândia
Rua dos Transportes Área Especial 1
3255-3800/3255-3801

Agência Sobradinho
Qd 8, Área Especial 3
3255-3844/3255-3845

Agência Gama
Área Especial S/N Setor Central
3255-3820/3255-3821

Agência Planaltina
Av. Uberdan Cardoso, no prédio da Administração Regional, Setor 
Administrativo de Planaltina
Ainda não há telefone disponível

Agência Riacho Fundo
Quadra Central Conjunto "5″ Lote 2 – A/E – Riacho Fundo II
3255-3828/3255-3829

Agência Santa Maria
QCE 211, Galpão Cultural
3255-3836/3255-3837

Agência São Sebastião
Qd.101, Área Especial 3, Administração Regional
3255-3840/3255-3841

Agência Itapoã
Condomínio Del Lago — Qd. 1, Lote 5
9834-6423

Fonte: GDF

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Celina Leão admite autoconvocação dos deputados caso governo envie projeto

Segundo a parlamentar, a autoconvocação da Câmara depende da celeridade da equipe do governador Rodrigo Rollemberg


A presidente da Câmara Legislativa, Celina Leão (PDT), convocará os distritais, se necessário, para uma sessão especial visando aprovar o projeto do governo que pede antecipação de receita, no valor de R$ 300 milhões, para saldar dívidas com servidores da Saúde e da Educação. 
Segundo a parlamentar, a autoconvocação da Câmara depende da celeridade da equipe do governador Rodrigo Rollemberg, que precisa enviar o projeto para que a Casa o examine.
Um salário a mais
A Câmara Legislativa está em recesso até o dia 1º de fevereiro e sua primeira sessão  ordinária só deve ocorrer  no dia 4. Caso o projeto chegue antes desse prazo e ocorra a autoconvocação, o retorno dos parlamentares não trará ônus aos cofres públicos, como ocorreria no caso da convocação ser feita pelo Executivo, o que forçaria o pagamento de um salário a mais para cada  distrital que comparecer à sessão.
A presidente informou que não vê problemas para aprovar o projeto de lei, que permitiria tomar empréstimos em entidades financeiras com lastro na arrecadação futura do GDF. “É uma maneira legal de amenizar os problemas de pagamento dos servidores, injetando recursos na economia do Distrito Federal, para que a cidade retome a sua normalidade”, declara a presidente, que completa: “Assim que o projeto chegar faremos a autoconvocação para colocar a matéria em pauta”.
Fica para depois
Apesar da boa vontade da presidente, o governo anunciou que só deverá mandar o projeto para o Legislativo no dia 3 do mês que vem. O anúncio foi feito na terça-feira, após reunião com representantes da Educação e da Saúde, que aguardam o pagamento de parte do 13º, férias, rescisão de contrato dos professores temporários e horas-extras dos servidores da Saúde.
De acordo com o secretário-chefe da Casa Civil, Hélio Doyle, a antecipação do envio do projeto de lei à Câmara Legislativa ainda será analisada pela equipe de governo responsável.
Celina Leão avisa que a matéria, chegando à Casa, mesmo antes do fim do recesso parlamentar, não terá problema para ser apreciada em regime de urgência.
Ela acredita que o momento é de todos unirem forças para que a cidade se recupere da crise que atinge o serviço público brasiliense.
Comissões provisórias
Para que a matéria seja apreciada pela Câmara, mesmo em regime de urgência, é  necessário que ela passe por duas comissões. A Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (Ceof) avalia os pedidos de gastos do governo, e a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), opina sobre a legalidade dos projetos. A questão é que nenhuma delas foi formada nesta legislatura, o que deve ocorrer, oficialmente, na volta do recesso.
A solução, segundo a presidente Celina Leão, é convocar os líderes de partidos e blocos para, dentro da proporcionalidade, formar as comissões. Nem seria necessário eleger o presidente de cada uma delas, o que só ocorrerá no retorno do recesso da Câmara Legislativa.
A partir da escolha dos membros, as comissões formadas indicariam os relatores da matéria para avaliar o projeto de lei que, por se tratar de matéria relativamente, simples, poderá ser aprovada em plenário pelas comissões.
Precisa-se de 13
Para que o projeto seja aprovado é necessário o quórum mínimo, de 13 distritais. Teoricamente, ao menos declarados, o governo possui 15 deputados em sua base. Outros quatro se declaram oposicionistas e outros cinco, independentes. 
Após a aprovação, de acordo com o governo, o prazo para que o dinheiro entre na conta é de dez dias. Com o montante, o GDF acredita que será possível quitar de uma só vez todos os débitos com os servidores.
Fonte: Suzano Almeida da redação do Jornal de Brasília

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

CLDF se coloca à disposição para votar projeto que pagará salários atrasados de servidores

Projeto do Executivo pode injetar R$ 300 milhões na economia do DF
A presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), deputada Celina Leão (PDT), está disposta a convocar os deputados distritais para votar, antes do reinício oficial das atividades da Casa, o projeto de lei do Poder Executivo que antecipa receita orçamentária para pagar os salários atrasados dos servidores das áreas de saúde e educação. Em entrevista à imprensa, publicada hoje (21), o governador Rodrigo Rollemberg informou que enviaria a proposta à Câmara no início de fevereiro, quando termina o recesso parlamentar.
Caso a proposta seja enviada ainda em janeiro, Celina Leão está se colocando à disposição do GDF para receber o projeto e fazer a autoconvocação do Poder Legislativo a fim de que os servidores recebam seus salários o mais rápido possível. A medida não ocasionaria ônus para o GDF nem para a Câmara. Em caso de autoconvocação, os deputados não recebem remuneração extra pelo trabalho adicional.
A presidente acredita que os parlamentares atenderão ao chamado para votar a proposta, uma vez que o atraso no pagamento dos salários prejudica a prestação de serviços essenciais. "É uma maneira legal de amenizar os problemas que o Distrito Federal está enfrentando. A injeção de recursos na economia ajudaria as cidades a retomarem sua normalidade", considera a deputada. Para Celina, "o momento é de unir forças por Brasília, que se encontra fragilizada economicamente depois de um governo irresponsável".
Celina Leão está de férias e deve retornar na sexta-feira. A presidente interina Liliane Roriz (PRTB), também já se manifestou favoravelmente à autoconvocação.
Comissões - Para acelerar o trâmite do projeto, a presidente pretende publicar no Diário da Câmara Legislativa (DCL) a abertura de prazo para que os líderes de blocos e partidos indiquem os membros das comissões de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF) e de Constituição e Justiça (CCJ), de acordo com os critérios de proporcionalidade previstos no Regimento da Casa.
São essas as comissões pelas quais o projeto precisa passar para ser analisado e votado. Os pareceres podem ser dados no plenário, com a proposição tramitando em regime de urgência, o que reduz os prazos para análise e deliberação. Todas essas condições estão previstas no Regimento da CLDF. O quórum necessário para votação, no caso em questão, é de 13 deputados, e a aprovação seria por maioria simples (metade dos deputados presentes mais um).
Segundo o chefe da Casa Civil, Hélio Doyle, o GDF vai pedir à Câmara uma antecipação orçamentária de mais de R$ 300 milhões. O valor viria por empréstimo.
Fonte: CLDF

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Utilidade Pública - Vagas de Emprego

Semana começa com 269 oportunidades

Cinquenta e oito chances de trabalho concentram-se em Taguatinga
A Secretaria do Trabalho e do Empreendedorismo vai estar com 269 vagas de emprego abertas nesta segunda-feira (19). Só para Taguatinga são 58 oportunidades. E os salários em todo o Distrito Federal chegam a R$ 1.800.

Veja as oportunidades e a lista completa das agências abaixo:

Agência Plano Piloto
SCN Qd 1, Bloco D, Galeria Oeste
3255-3812/3255-3813/3255-3814

Agência Taguatinga
C4, Lote 3, Avenida das Palmeiras, Taguatinga Centro
3255-3848/3255-3849

Agência Guará
QE 2, lote N, Área Especial Guará I
3255-3872/3255-3873

Agência Ceilândia
EQNM 18/20, Bloco B
3255-3804/3255-3805

Agência Ceilândia (P Sul)
QNP 26/30, Bloco L,G Loja 5 — Avenida P3
3255-3824/3255-3825

Agência Brazlândia
SCDN Bl. K, Lojas 1/5
3255-3868/3255-3869

Agência Estrutural
Área Especial Nº 8
3255-3808/3255-3809

Agência Samambaia
QN 303, Conjunto 1, Lote 3
3255-3832/3255-3833

Agência Recanto das Emas
Qd. 205, Lotes 101/102
3255-3864/3255-3865

Agência Candangolândia
Rua dos Transportes Área Especial 1
3255-3800/3255-3801

Agência Sobradinho
Qd 8, Área Especial 3
3255-3844/3255-3845

Agência Gama
Área Especial S/N Setor Central
3255-3820/3255-3821

Agência Planaltina
Av. Uberdan Cardoso, no prédio da Administração Regional, Setor Administrativo de Planaltina
Ainda não há telefone disponível

Agência Riacho Fundo
Quadra Central Conjunto "5″ Lote 2 – A/E – Riacho Fundo II
3255-3828/3255-3829

Agência Santa Maria
QCE 211, Galpão Cultural
3255-3836/3255-3837

Agência São Sebastião
Qd.101, Área Especial 3, Administração Regional
3255-3840/3255-3841

Agência Itapoã
Condomínio Del Lago — Qd. 1, Lote 5
9834-6423
Fonte: GDF/TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL