sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Celina Leão defende categoria dos Agentes de Atividades penitenciárias

Depois de manifestar apoio aos Agentes de Atividades penitenciárias durante assembleia da categoria, a deputada Celina Leão (PSD) fala no plenário da Câmara Legislativa, na tarde desta terça-feira (9), sobre o Projeto de Lei que estende o porte de arma da categoria para fora do trabalho. A parlamentar saudou a galeria que estava lotada. “Tenho orgulho de defender esta categoria, que eu vi nascer, da criação do sindicato à aprovação do primeiro plano de carreira. Essa categoria foi criada em um momento de emergência, sem contemplar suas necessidades, o que vamos fazer agora com a aprovação do nosso projeto”, afirma Celina.

Antes de entrar na essência do projeto, Celina fez questão de salientar que o mesmo foi construído em consenso com outros parlamentares e que o momento é de unidade. “Ninguém quer lidar com o que esta categoria cuida que são os presidiários, justamente pelos riscos aos quais são submetidos diariamente”, argumenta a deputada.

Para Celina os Agentes Penitenciários devem ter o direito de resguardar suas famílias. “Amanhã ou depois eles podem encontrar algum apenado que queira retaliação e não podem estar expostos nas ruas desarmados”.

Segundo Celina Leão, a categoria passa por ameaçadas. “Ninguém pensa nisso, porque prevenção não dá voto, precisamos dar segurança a esta categoria. Aqui não interessa se é base ou oposição, quem tem compromisso com a cidade vota no que é melhor para a cidade, não para o partido ou para o governo”, conclui Celina.

O projeto deve ser votado na próxima semana.

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Celina Leão fora do ar

 
A oposição só tem as próprias redes sociais ou a tribuna da Câmara Legislativa para contestar e denunciar ações que achem fora do contexto da ética. Quando essas ferramentas ficam inutilizáveis, a coisa se complica. Por esta situação passa a deputada distrital Celina Leão (PSD). No twitter, a distrital denunciou o que ela chamou de ataque de hackers.
“Absurdo! Meu site foi hackeado esta noite [ontem]. Entraram e derrubou ele do ar e deixaram uma mensagem com o nome Agnelo. Vou registrar ocorrência na delegacia de crimes especializados, se foi uma brincadeira com certeza foi de muito mau gosto!”.
A distrital fez acusações indiretas. “Quando não conseguem ganhar no debate, usar táticas antidemocráticas é um erro! Uma pena, algo inaceitável na Capital Federal!”, disparou em conta no twitter. Até o fechamento desta matéria a página continuava fora do ar.